Home

Quem Somos

Descrição sobre a nossa igreja, explicando em que cremos, como nos comportamos.
Leia mais

Nossas reuniões

Nossas reuniões são os dias que temos cultos, eventos especiais, congressos e campanhas
Leia Mais

Escalas

Compromissos dos membros que tem cargo na igreja.
De Obreiros

Diretoria Atual 2018

São listados todos os responsáveis por os departamentos das nossas igrejas da Assembléia de Deus de Candelária
Leia Mais

Pastor vê filho que morreu no parto ressuscitar após orações: `Conheço o poder de Deus´
Filho de Jacob Sheriff morreu durante o processo de parto, mas seus pais sabiam que ainda não era o fim

Um casal cristão do Texas (EUA) não deixou que o medo os interrompesse depois que os médicos disseram que seu quinto filho não estava respirando após nascer. O parto foi uma cesariana de emergência, em agosto deste ano.

"Ele foi entregue sem batimentos cardíacos, sem pulso, e ele não estava respirando", disse o pai Jacob Sheriff à CBN News durante uma entrevista por telefone. "Ele perdeu oxigênio de seu corpo e todos os seus órgãos foram desligados em algum momento durante a entrega. Os médicos o ressuscitaram na sala de parto. Para todos os efeitos, ele morreu durante o processo de entrega", relatou.

Parecia que o pequeno Urias, que significa "luz de Deus", não iria sobreviver. Mas em vez de desistir, sua mãe Hannah orou. "Eu realmente não podia fazer nada, exceto confiar em Deus e orar", disse a mãe de Urias, Hannah Sheriff.

Os médicos e enfermeiros da sala de parto do hospital decidiram que não poderiam desistir de Urias também. Eles repetidamente tentaram ressuscitar o bebê e seus sinais de vida voltaram cerca de 20 minutos depois.

O pai do menino, Jacob, é pastor da Igreja Victory Life. "Nós vimos o milagre. Eu vi pessoas com câncer de estágio quatro sendo curadas. Eu vi cegos enxergando. Eu conheço o poder de Deus", disse ele à CBN News.

Medo

Jacob diz que o medo foi o maior obstáculo no momento em que ele viu a equipe médica trabalhando em seu filho recém-nascido. "Logo, começamos a orar a Deus, porque é a Palavra de Deus que muda as coisas", disse ele.

Jacob disse à CBN News que a equipe médica deveria ter parado de tentar ressuscitar o bebê depois de seis a 10 minutos, que era o protocolo do hospital. Recentemente, o casal conseguiu conversar com uma das enfermeiras que estava na sala de parto e perguntaram: "Por que vocês continuaram?"

Ela lhes disse: "Havia algo na sala que continuava nos levando a tentar e não desistir". Urias foi então levado de helicóptero para um hospital no Texas, onde passou os 20 dias seguintes na unidade de cuidados intensivos do recém-nascido.

Médicos do hospital disseram a Jacob que os sinais não pareciam bons para o menino. A maioria das crianças que tiveram o trauma que Urias sofreu poderia ter paralisia cerebral ou epilepsia. Além disso, algumas sofreriam convulsões pelo resto de suas vidas. Era possível que o menino nunca falasse, nunca andasse, nunca seria capaz de se alimentar sozinho.

"Minha esposa e eu somos pessoas de fé. Temos muitas pessoas orando por ele e acho que meu filho vai surpreender", lembrou Jacob aos médicos.

No dia seguinte, Jacob decidiu que ele e sua esposa não deixariam o medo vencer. Eles sabiam que Deus estava no poder e eles iriam ver o milagre. Ele pediu a sua congregação para orar, mas o que o pastor não percebeu foi o quão rápido a história de Urias se espalhou pelo mundo, com milhares de pessoas assistindo às últimas notícias e orando por seu filho. "Nós pensamos que seriam apenas algumas pessoas, mas acabou sendo várias igrejas, amigos de amigos, e os fiéis do mundo todo oraram por nosso filho", disse Jacob.



Fonte: CPAD News

Venha nos visitar, será muito bem vindo! Nossa Localização