Home

Quem Somos

Descrição sobre a nossa igreja, explicando em que cremos, como nos comportamos.
Leia mais

Nossas reuniões

Nossas reuniões são os dias que temos cultos, eventos especiais, congressos e campanhas
Leia Mais

Escalas

Compromissos dos membros que tem cargo na igreja.
De Obreiros

Diretoria Atual 2018

São listados todos os responsáveis por os departamentos das nossas igrejas da Assembléia de Deus de Candelária
Leia Mais
Satanistas afrontam cristãos nos Estados Unidos
Grupo ativista inaugurou estátua de satanás ao lado de monumento aos Dez Mandamentos

Nesta quinta-feira (16), foi inaugurada nos Estados Unidos, uma estátua de bronze de Baphomet, um dos símblos do satanismo. Há tempos, os praticantes do satanismo lutam na justiça americana pelo reconhecimento da prática.

A estátua, financiada pela organização Templo Satânico, ficará localizada em frente à sede do governo do Estado de Arkansas, na capital Little Rock, e seria um protesto contra um monumento aos Dez Mandamentos que já existe no local.

Idealizadores do projeto entraram com processos para que a estátua que mede cerca de 2,5 metros fique como exibição permanente no local. Eles alegam que deveriam usufruir dos mesmos direitos de liberdade religiosa que as demais formas de culto.

Co-fundadora do Templo Satânico no Arkansas, Ivy Forrester, argumentou ao Jornal Independent que "se você concorda com um monumento religioso em local público, então deve permitir outros. Se você não concordar com isso, então não deveríamos ter nenhum".

Após a inauguração, a comunidade cristã protestou. Jason Rapert, um importante político conservador classificou a imagem de “ofensiva” e prometeu lutar para que ela seja retirada. Ele foi o autor do projeto que permitiu a colocação de um monumento com os Dez Mandamentos no mesmo local. Segundo ele, os direitos de todos praticarem sua religião é respeitado, mas acredita que o Templo Satânico é formado por “extremistas".

Um grupo de ativistas ateus também participou da inauguração da estátua e vários oradores fizeram discursos, argumentando que o monumento bíblico ao lado violava a separação entre Igreja e Estado.

O grupo que participou do evento do Templo Satânico tinha cerca de 150 pessoas. Um outro grupo, um pouco menor de cristãos, protestou próximo ao local segurando cartazes com versículos da Bíblia e cantando hinos.





Fonte: CPAD News

Venha nos visitar, será muito bem vindo! Nossa Localização